Seja bem vindo

Se você já possui cadastro na nossa loja, informe abaixo seus dados de login para entrar

Cód. Produto: 5449206

Os condenados da terra

Autor(es):
Editora:

Avise-me

Preencha os campos abaixo e avisaremos quando este produto estiver disponível:

A obra-prima do mais importante pensador da luta antirracista e anticolonial. Os condenados da terra é o ponto culminante de uma obra radical e incontornável abreviada pela morte precoce do psiquiatra martinicano Frantz Fanon, um dos pensadores mais revolucionários do século XX.Ao analisar a situação colonial, Fanon tensiona política, sociedade e indivíduo, demonstrando de forma clara as estratégias e efeitos do poder dominante — o resultado da opressão é raiva, dor e loucura. Com isso, o autor desmonta a lógica colonial europeia — branca, brutal e racista —, e propõe uma “descolonização do ser”, afirmando: “É preciso mudar completamente, desenvolver um pensamento novo, tentar criar um homem novo.” Só assim é possível criar um mundo realmen te humano, onde a massa deserdada de homens e mulheres dos países colonizados e pobres — os condenados da terra — sejam os inventores de sua própria vida.Publicado em 1961, ano da morte de Fanon, que o escreveu doente e sabendo que o tempo era escass o, o livro é considerado um clássico absoluto, suma de seu pensamento e um tratado magistral sobre as relações entre colonialismo, racismo e insubmissão. Esta edição traz apresentação de Thula Pires, Wanderson Flor do Nascimento e Marcos Queiroz, alé m do prefácio de Jean-Paul Sartre à edição original de 1961 e texto de Cornel West.
Autor(es):
Frantz Fanon
Dimensões:
2,0cm x 14,0cm x 21,0cm
Páginas:
376
Acabamento:
Brochura
ISBN:
9786559790845
Código:
5449206
Código de barras:
9786559790845
Edição:
1
Idioma:
Português
Peso:
467
  • Informações do produto Seta - Abrir
    A obra-prima do mais importante pensador da luta antirracista e anticolonial. Os condenados da terra é o ponto culminante de uma obra radical e incontornável abreviada pela morte precoce do psiquiatra martinicano Frantz Fanon, um dos pensadores mais revolucionários do século XX.Ao analisar a situação colonial, Fanon tensiona política, sociedade e indivíduo, demonstrando de forma clara as estratégias e efeitos do poder dominante — o resultado da opressão é raiva, dor e loucura. Com isso, o autor desmonta a lógica colonial europeia — branca, brutal e racista —, e propõe uma “descolonização do ser”, afirmando: “É preciso mudar completamente, desenvolver um pensamento novo, tentar criar um homem novo.” Só assim é possível criar um mundo realmen te humano, onde a massa deserdada de homens e mulheres dos países colonizados e pobres — os condenados da terra — sejam os inventores de sua própria vida.Publicado em 1961, ano da morte de Fanon, que o escreveu doente e sabendo que o tempo era escass o, o livro é considerado um clássico absoluto, suma de seu pensamento e um tratado magistral sobre as relações entre colonialismo, racismo e insubmissão. Esta edição traz apresentação de Thula Pires, Wanderson Flor do Nascimento e Marcos Queiroz, alé m do prefácio de Jean-Paul Sartre à edição original de 1961 e texto de Cornel West.
  • Especificações Seta - Abrir
    Autor(es):
    Frantz Fanon
    Dimensões:
    2,0cm x 14,0cm x 21,0cm
    Páginas:
    376
    Acabamento:
    Brochura
    ISBN:
    9786559790845
    Código:
    5449206
    Código de barras:
    9786559790845
    Edição:
    1
    Idioma:
    Português
    Peso:
    467